Valve Handbook

Você já ouviu falar de uma Empresa 100% Flat (ou seja, sem nenhuma hierarquia)? Pois é, ela existe! Trata-se da Valve, isso mesmo, aquela empresa que criou o Jogo Half-Life, mais conhecido aqui no Brasil, apenas, como Counter Strike.

A Valve não tem gerentes e ninguém diz ao colaborador no que ele deve trabalhar. Ele escolhe.

Depois de contratado o funcionário recebe um pequeno livro que é um guia de como as coisas funcionam lá, e sobre como ele pode se situar e descobrir formas de agregar valor à empresa.

“Você foi contratado para estar constantemente buscando pela coisa mais valiosa que você pode estar fazendo”.

valve-chart

Outro aspecto importante dessa forma de organização é que “a falta de estrutura tradicional vem com uma importante responsabilidade: todos deve esforçar-se em focar no que pensam que as metas de longo prazo da organização deveriam ser”.

A liderança é situacional e independente de cargo.

As mesas são móveis para que o colaborador possa trocar de lugar sempre que precisar para estar próximos das pessoas com quem precisa colaborar mais no momento.

O feedback frequente é incentivado e anualmente são realizadas revisões em par para feedback e avaliações. As pessoas são avaliadas em quatro grupos distintos: Nível de Habililidade/Técnico, Produtividade/Resultado, Contribuição com o Grupo e Contribuição com o Produto.

A lucratividae por colaborador da Valve é bem alta (segundo o handbook, maior que da Google, Amazon e Microsoft) e os salários são mais altos do que o padrão de Mercado.

As Pessoas são Multifuncionais: “Dentro da Valve, nós assumimos o papel necessário para o trabalho a nossa frente. Todos somos Designers. Todos podemos questionar o trabalho uns dos outros…”

Os Profissionais são Profissionais T (Especialistas Generalistas): “As pessoas mais bem sucedidas na Valve são muito habilidosas em um conjunto de coisas e experts em uma disciplina específica”.

No Handbook, há vários outros aspectos bem originais e interessantes. Quando ao modelo flat, eu, particularmente, acredito que esse modelo de gestão completamente distribuída não funcione em todos os contextos (na verdade, acredito que nada funcione em todos os contextos). Mas, sem dúvida, na Valve funciona muito bem, e pode ser uma oportunidade para que muitas outras organizações copiem ou sejam inspiradas por esse modelo de sucesso.

Faça o Download do Handbook no Site da Valve.

Agradecimentos Especiais ao Cassiano Coria pela Dica da Valve.

Share This