fbpx

Criar e usar playbooks e ter um onboarding impecável somado a buscar talentos com alta capacidade de adaptação pode ser um das principais chaves para o sucesso de organizações modernas.

Recentemente tive a oportunidade de conversar com um grande especialista em RH estratégico, ele está participando de um programa em Stanford e me disse uma coisa super interessante que aprendeu por lá “as mais recentes pesquisas entendem que o principal fator de sucesso ao se recrutar talentos não é buscar fit cultural, em vez disso deve-se procurar pessoas com alta capacidade de se adaptar e fazer um onboarding impecável“.

Adaptabilidade e Fit Cultural

Cultura Organizacional é um tema que tem sido cada vez mais visto como um dos principais fatores para o sucesso de uma empresa.

Por isso, líderes devem articular os princípios da cultura que definem o trabalho, e usar a visão da companhia para servir como um guia para ações do dia-a-dia, sugere Dylan Walsh em seu artigo da Stanford Business.

O Professor Amir Goldberg de Stanford sugere que as pessoas apresentam níveis diferentes de fit cultural e níveis de adaptabilidade, mas que a capacidade de se adaptar é mais importante do que o fit cultural.

Isso porque pesquisas apontam os colaboradores que dão mais certo a longo prazo nas empresas são aqueles me conseguem melhor se adaptar mudando seus comportamentos para abraçar a cultura da nova organização.

Mais do que buscar o “cultural fit“, devemos procurar adaptabilidade, ou seja, pessoas que estejam dispostas a mudar sua forma de pensar, ou a maneira que estavam acostumadas a trabalhar antes.

Isso também é chamado por muitos coachability.

No final do dia, não tem jeito de melhorar sem mudar.

Para mudar precisamos de adaptabilidade!

Além da adaptabilidade é necessário também ter clareza sobre quais são os comportamentos esperados numa organização, e isso requer boa comunicação interna assim como um processo de onboarding adequado.

Equipes brilhantes: Como criar grupos fortes e motivados
  • Daniel Coyle
  • Sextante
  • eBook Kindle
  • Edition no. 1 (06/03/2019)
  • Português

Onboarding e Playbooks

Onboarding é o processo de recepção e integração de colaboradores à empresa, contempla apresentar a cultura da companhia, seu código de ética, missão, visão, valores, seus processos, metas, práticas e introduzir o novo colaborador a equipe.

Para ajudar na boa comunicação desses valores, comportamentos e boas práticas não apenas para ser usado no onboarding dos novatos, mas também para reforçar frequentemente para todos os atuais colaboradores, recomendo o uso de Playbooks.

Bons Playbooks além de dar mais clareza para todas as pessoas do que é esperado de cada equipe, quais as métricas e responsabilidades, as práticas e procedimentos que devem seguir, também vai possibilitar mais eficiência e agilidade para se fazer o onboarding dos futuros talentos.

Pergunte ao seu líder sobre o Playbook do seu time e ajude-o a mantê-lo sempre em dia e atualizado.

Na Bluesoft, por exemplo, há um Playbook do Colaborador que funciona para qualquer pessoa independente de sua área, em que atua, mas também temos playbooks específicos de vendas, marketing, produto, engenharia, etc.

Os Playbook devem ser colaborativos e dinâmicos, isso é, todos podem ajudar na sua construção e ele deve mudar constantemente no mesmo ritmo de mudança e inovação da companhia.

Algumas empresas como a Zappos, e a Netflix também gostam de utilizar livros de cultura, ou códigos de cultura (culture code) como uma ferramenta para trazer clareza sobre os comportamentos esperados e os valores da companhia.

Oferta
Satisfação garantida
  • Tony Hsieh
  • Publisher: HarperCollins
  • Edition no. 2 (01/30/2017)
  • Capa comum: 256 pages

Concorda? Deixe seus comentários.

Agora é com você!

Share This