O canadense Laurence Peter descreve no princípio que ficou conhecido pelo seu nome, “o princípio de Peter” que as pessoas são promovidas até seu nível de incompetência.

Isso acontece, as empresas sempre dão oportunidades de promoções para aquelas pessoas que demonstram melhor desempenho em seu papel atual.

É um cenário muito comum que todos nós já vimos alguma vez: “você entra como estagiário, e se destaca, e então, recebe uma promoção para assistente, depois para analista, então coordenador, e finalmente para gerente.”

E aí então, como gerente, você não vai tão bem assim e acaba ficando nessa posição para sempre, embora você era um coordenador muito melhor do que você é gerente agora.

Você atingiu seu nível de incompetência!

Uma pesquisa recente de Alan Benson conduzida com mais de 53 mil vendedores em 214 empresas comprovou que melhores vendedores que eram promovidos para gerentes não se tornavam os melhores gerentes, mas aqueles que trabalhavam de forma mais colaborativa com que individualista se tornavam melhores gerentes.

Basicamente, a performance  na posição de vendedor não garantia a boa performance como gerente comercial, e muitas vezes tinha uma correlação negativa.

No final do dia, isso não significa, de forma alguma, que as oportunidades não devem ser dadas para as pessoas que tem melhor performance, mas é importante observar as competências que a nova posição requer, e também alinhar bem as expectativas, tendo consciência que a boa performance na antiga posição não dá garantias de boa performance depois da promoção.

E você? Já viu isso acontecer com alguém na sua empresa?

Deixe seu comentário!

Conteúdo Relacionado

Share This