fbpx

Acabei de ler o livro de “Man’s Search for Meaning” em português “O homem em busca de sentido” de Viktor E. Frankl. Esse é um dos livros mais inspiradores que já li até hoje, e gostaria de recomendar a leitura à você.

Livro o homem em busca de sentido

“Nós que vivemos nos campos de concentração podemos lembrar de homens que andavam pelos alojamentos confortando a outros, dando o seu último pedaço de pão. Eles devem ter sido poucos em número, mas ofereceram prova suficiente que tudo pode ser tirado do homem, menos uma coisa: a última das liberdades humanas – escolher sua atitude em qualquer circunstância, escolher o próprio caminho.”

Em setembro de 1942, Viktor, sua mulher grávida e família, por serem judeus, tornaram-se prisioneiros de campos de concentração, tendo ele recebido a tatuagem de prisioneiro nº 119.104.  

Libertado no fim da guerra, Frankl soube de que sua mulher morreu de esgotamento. Depois da guerra, Frankl tornou-se diretor da policlínica de neurologia de Viena, e fundou a Logoterapia.

Para Viktor E. Frankl nada é mais forte para manter um homem vivo até mesmo nas piores circunstâncias possíveis do que um propósito da vida.

Aqueles que perdiam suas esperanças ou que deixavam de ver sentido na vida, eram os primeiros a perecer nos campos de concentração, segundo Frankl. Nas palavras de Nietzsche: “Aquele que tem um porquê para viver pode suportar qualquer coisa.”.

Oferta
Em Busca De Sentido: Um psicólogo no campo de concentração
  • Viktor E. Frankl
  • Publisher: Editora Vozes
  • Edition no. 42 (01/01/2017)
  • Capa comum: 140 pages

Outro ponto interessante é, que para Frankl, essa liberdade deve ser completada pela responsabilidade.

Você pode não ter controle do que acontece na sua vida, mas você sempre pode controlar aquilo que você vai sentir e fazer a respeito do que te acontece.

Por que ler o homem em busca de sentido?

Recomendo que leia o livro, e aproveite para refletir:

  • Qual seu propósito?
  • O que te faz levantar da cama todos os dias?
  • Quais são seus objetivos?
  • Você se responsabiliza proativamente pelo que acontece (e por suas atitudes e sentimentos) ou apenas reaje?
Share This