Algumas pessoas me pediram pelo twitter e através de comentários neste blog para que eu contasse um pouco mais sobre meu método pessoal de aprendizagem e sobre como faço as apresentações de slides para palestrar. Resolvi unir as coisas neste post para compartilhar com vocês.

É importante alertar que esse não o método correto, é apenas o que tem funcionado até agora para mim, você pode se inspirar nele, mas é importante que você busque desenvolver um método que funcione bem para você.

Motivação

Desde os 14 anos, muito do que venho aprendendo, aprendo lendo livros, e textos na internet. Há muito tempo atrás li um livro chamado “Os Sete Hábito das Pessoas Altamente Eficazes” e, nesse livro, o autor  Stephen R. Covey, recomenda que você leia como se tivesse que ensinar para outra pessoa depois de ler (e se possível, que, de fato, ensine o que aprendeu a pelo menos uma outra pessoa).

Essa simples técnica, para mim, foi fantástica, ao utilizá-la, pensando que depois precisaria ensinar para alguém, a minha percepção de leitor transformou-se completamente no que diz respeito a atenção e a maneira de organizar os pensamentos sobre aquilo que estava aprendendo com a leitura.

A leitura tornou-se então um compromisso muito mais ativo. E foi então que eu descobri que eu aprendia muito mais quando me comprometia a ensinar para outras pessoas aquilo que eu estava aprendendo. Me desafiei a enfrentar o medo de palestrar e de falar em público e, então, comecei a palestrar para meus colegas de trabalho, e pouco-a-pouco fui ganhando confiança para enviar propostas de palestras para eventos e conferências.

Agora, todos os livros que leio, leio com esse compromisso de ensinar para alguém e, quando possível, depois de ler o livro preparo uma palestra, e se não há espaço ou público para palestrar sobre o assunto, preparo um artigo, ou uma simples apresentação de slides e publico aqui no blog ou no slideshare. O importante é que todo aprendizado não acabe em si mesmo mas, que além de gerar algum tipo de ação que transforme de alguma forma quem está aprendendo, e também gere um entregável, algo que sirva para outras pessoas que também estão aprendendo sobre o assunto.

A medida que vou lendo o livro, vou marcando as partes que considero mais importantes, para que futuramente possa revisar ao preparar uma apresentação. Mais recentemente venho utilizando bastante o Amazon Kindle, e tenho comprado os livros em formato digital. Também uso o SafariBooks, que é um serviço de assinatura que lhe dá direito a um grande acervo de livros.

Desde que comecei, já tenho  mais de 70 apresentações publicadas no Slideshare, e ministrei muitas palestras e cursos em diversas empresas e eventos.

Resumindo Até Aqui: Sempre que leio um livro, procuro ler com o objetivo de ensinar para outros e, além disso e comprometo-me em produzir como resultado da leitura algo palpável, um artigo, uma apresentação, um vídeo, ou uma palestra. Também procuro refletir sobre como o livro pode melhorar a mim mesmo, seja através da mudança de um hábito existente ou da criação de um novo hábito. Afinal de contas, como disse Aristóteles, somos o que fazemos com frequência.

Como fazer apresentações?

O modo como faço as apresentações foi influenciado, principalmente, pela leitura do seguintes livros:

Os fundamentos que utilizo são:

  1. Slides Simples e Diretos: Sua apresentação de slides não é Documentação, nem Artigo. Não encha suas apresentações de texto, sua audiência estará lá presente para vê-lo falar, se fosse apenas para ler seus slides, bastaria você enviar a eles por e-mail ou disponibilizar em seu website. Em vez disso, use os slides a seu favor e, apenas para ilustrar melhor o que você tem a dizer e guia seu discurso. Use Imagens e Palavras Chave, evite texto enormes. 
  2. Prepare o Roteiro: Pense na mensagem principal que quer passar, e programe a ordem de tudo que tem a falar, conte uma história, não lance uma série de fatos desconexos. Transmita confiança para audiência. Mostre que você sabe do que estava falando.
  3. Identidade Visual: Busque uma identidade visual coerente com a sua mensagem e que seja ao mesmo tempo bonita e agradável. Aproveite-se bem de fontes diferentes. use fotos, imagens e gráficos. Busque Equilíbrio e Harmonia Visual através de bons princípios de Design (explorados com detalhes nos livros citados).
  4. StockPhotos: Boas imagens fazem muita diferença no visual na apresentação. Eu compro imagens no site DepositPhotos.com, assino uma plano com valor mensal fixo que me dá direito a baixar 5 imagens por dia.

Veja alguns exemplos de apresentações que fiz recentemente em diferentes estilos:

Apresentação com Palavras-chave e StockPhotos

Apresentação com Fontes Especiais

Apresentação Zen (Clean)

Cores Fortes e Imagens Vetoriais

Conclusão

Nesse curto tópico apresentei minhas motivações e meus fundamentos e inspirações para fazer apresentações. Agora, é hora de você desenvolver o seu próprio!

Boas Apresentações!

Share This